sábado, 23 de abril de 2011

Páscoa


Ressuscitado

Nasceu com a grande missão:
Redimir do homem os pecados.
Amou sem gratificação,
Salvaguardou os maltratados.

Recebeu a pior punição.
Injuriado e crucificado,
Não se esqueceu do seu irmão.
Jesus Cristo, senhor amado!

Os malfeitores não negou,
Consagrou-os na hora da morte,
P´ra ajudá-los ressuscitou,
Tentando mudar-lhes a sorte.

Doce Senhor, peço perdão,
Não sou fiel como mereces,
Perco-me do teu coração,
Mas sei que ouves minhas preces.



A cruz é o limite

No topo do monte Calvário,
Um corpo inocente martirizado
Sofre por um povo mercenário.

Passivo, deixou-se conduzir.
Sabia do seu cruel destino...
Nem na agonia pensou em fugir.

Nasceu para amor transmitir.

Morreu para pecados redimir.





Renascimento

Recomeçar uma nova vida,
Recompondo nossos corações.
Reflexões em momentos de luz,
Refletidos das mãos de Jesus.
Responder com perdão a ofensa,
Reagindo com honra a poltrões
Requer a santidade da cruz.




Mardilê Friedrich Fabre


Imagens: Google

 

4 comentários:

Jorge Sader Filho disse...

Amém!
Feliz Páscoa, amiga Mardilê. Comovente a sua postagem!

Beijos,
Jorge

Poetriz disse...

Oi Mardi, está muito bonito o seu blog. Tenha uma Feliz Páscoa.

irany disse...

meu especial pensamento voltado para você nesta Páscoa, imaginando-a abençoada. Irany

marcos leite disse...

uma visao de um casebre ou uma mansão linda
nao há diferença aos olhos de um artista , a arte
está nos olhos do espirito , da imensidão da clareza
dos olhos da criança , sim , se sou artista tenho olhos de criança ,
A arte de ver viver e sentir ...se ofusca no prazer insano da pretensão
em um coração seco , amor negado pela vida ao cego de pretensão ,
e ao poeta se dá tudo...