quinta-feira, 4 de abril de 2013

Resolução do Poeta

















Dos dedos lhe escorrem em versos
Os sentimentos controversos.
Reinventa o poeta o mundo,
Tira-o do estágio moribundo.

Com seus óculos, vê-o rosa,
Guarda na retina afetuosa
Cada imagem mudada em símbolo
Por vontade do seueu lírico”.

Ah Poeta! empresta-me um pouco
Do teu sonhar, que não é louco.
Leva-me com tua mão mágica
Pra longe desta vida trágica.

Cede-me também teu olhar,
Teu jeito de falar, de amar...
Mostra-me o caminho da paz,
Confiante em ti, sigo atrás.

Contigo os riscos desafio.
Lanço-me ao teu céu fugidio
E esbarro no meu chão doído.
Paro e choro meu fim traído.

O poeta não me ouve a voz.
Corre na folha a mão veloz.
Com arte conta sua história,
São os seus momentos de glória.


Mardilê Friedrich Fabre

Imagem: Google

7 comentários:

CCF disse...

Boa viagem amiga Mardilê
Sua vitória é muito importante para pessoas que como eu, estão na estrada da literatura.
Quando quem admiramos é reconhecido, nós crescemos também com a vitória conquistada.

Anônimo disse...

Parabéns pelo prêmio, Mardilê e muito sucesso lá no evento.

Leio todos os textos que vc envia e gosto muito. Infelizmente, minha limitação no mundo virtual impede de fazer comentários.
Mas leio todos e gosto muito. Continue enviando sempre.

Abraço e (novamente) Parabéns!!!

Fiore

Anônimo disse...

Mardilê,

Parabéns pelo prêmio Cecília Meireles, além do mais na terra do Drummond. Sucesso!

Um abraço, Ismael Machado

Anônimo disse...

Minha querida! Meus Parabéns. Não sabia deste fato e muito me orgulho! Te desejo todo o sucesso! Adoraria conhecer teu trabalho que te presenteou com este belo prêmio.
Com carinho, meu abraço e beijo.
Ju

Anônimo disse...

Oi, Mardilê!


Está muito bonito o teu site. Sempre "recheado" de novidades!
E que tal, já estás com a mala pronta para viajar a Belo Horizonte?
A minha malinha já está pronta. Só falta fechar.
Minha passagem é pela TAM, dia 6.04, às 6,15 h.
E a tua passagem é para quando? Será que vamos nos encontrar no Aeroporto?
De toda a maneira, boa viagem!
Abraços da
Nilva

Jorge Sader Filho disse...

O poema não está só lírico: é melodioso.
Aproveito para felicitar a amiga Mardilê pelo prêmio Cecília Meireles que vai receber.
Parabéns, grande abraço.
Jorge

Regina Lyra disse...

Querida poeta MardiLê,
Belos versos compõem este poema. Com graça e leveza fizeste a poesia com grandeza de quem lhe fala a alma.
Beijos e sucesso!
Parabéns!
Carinhosamente,
Regina Lyra