sexta-feira, 4 de maio de 2012

Imagens Outonais




Na Cadência do Tempo



Tapete cerzido de outono
silencia passos trêmulos.
Coração e parque esvaziados.



Lacunas

Solitário na praça,
banco manchado de outono.
Esvaneceram-se os sonhos.




Em tempo contínuo...

Folhas dissipadas pelo vento
vestem canteiros de laranja e marrom.
O jardim outona-se.



Outono de Novo 

Pelas trilhas do jardim,
lentos passos de solidão.
Abafam-nos folhas cansadas de viver.


Outonando-se

Vento cinza
varre folhas soltas da memória.
Frações de pensamento.


Mardilê Friedirch Fabre

Imagens: Google

5 comentários:

Arquiteto de Almas disse...

De forma inteligente digo a você, estou [viciado] em teus versos. Feliz pela chance de lhe conhecer, mesmo que não seja pessoalmente, mas através da poesia, um privilégio.
Gostei muito dos textos de hoje.
Abração
CeGaToSí®
[Estou no aguardo de um bonito texto para homenagear as mães]

Jorge Sader Filho disse...

Imagens que combinam bem com os poetrix, especialidade de Mardilê.
Ficaram muito bonitos os versos, como sempre.

Carinho,
Jorge

Marco Bastos disse...

Parabéns, Mardilê. Bons poetrix. Outono é tempo de folhas no chão e de difusas sensações no ar.
abraços.
Marco

José Hilton Rosa disse...

Lindo! lindo! - parabens. desejo sucesso.
J.hilton

Ineifran varão disse...

Grata surpresa! Um belo blog a seguir. Parabéns! Bjs