sexta-feira, 22 de março de 2013

Afasia



Debruçada na noite,
A solidão emaranha as estrelas,
Ofuscando seu delicado cintilar,
Ou são meus olhos lúgubres pelo tempo
Que se acostumaram com as ausências
E as distâncias parasitas das existências abandonadas?
É esse hábito de saudade
Que o outono recende em meus pensamentos,
Que resistem em vir à tona,
Impotentes,
Desanimados,
Sufocados,
Paralisados,
Triturando o âmago sem complacência.
Não são medos, mas impotência
De andar lado a lado com o tempo
Para não perdê-lo
E não ser arrastada para suas teias.
A garganta fecha-se,
E a voz aniquila-se,
Estrangulada pelas sensações desditas.
As palavras, atônitas, não encontram caminhos,
Ficam enclausuradas nos ecos das desolações.
As mensagens estagnadas no vazio
Desencadeiam vivências modificadas
Que travam luta tenaz com o silêncio
Para romper a barreira imposta.
Atravessá-la com bravura
E transparecer em versos lapidados,
Distribuindo calor,
Desfazendo armadilhas da vida,
Escapando dos adeuses,
Controlando encantos de encontros,
Perfumando sonhos de menina,
Colorindo cenários cinza,
Perpetuando sortilégios nas paredes dos momentos.


Mardilê Friedrich Fabre

Imagem: Google

4 comentários:

CCF disse...

Acabei de chegar do ensaio da Encenação da Paixão de Cristo aqui de Praia Grande-SP, cansado e ao abrir o e-mail sou convidado a ler o texto da Mardilê...li reli, relaxei, já posso dormir...Em PAZ!
Uma leitura de conteúdo, revigora a alma!
Parabéns Mardilê!
CCF

Jorge Sader Filho disse...

Não gosta muito do outono, Mardilê? Ou estou enganado e fazendo confusão com sentimentos que não me agradam. Todos temos isto, às vezes.

Abraço,
Jorge

Carlos Rímolo disse...


Querida amiga e poetisa Mardilê !!!

Passando por aqui para deixar o meu abraço, carinho e, desejar-lhe uma maravilhosa Pascoa para você.

Beijos de luz!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

POETA CIGANO – 27/03/2013

http://carlosrimolo.blogspot.com
“Poesias do Poeta Cigano”


Caren Joana Sbabo disse...

Querida Mardi!
Aproveito este espaço pra desejar a você uma Feliz Páscoa de ressurreição da alma. Que o amor do Cordeiro Pascal resplandeça em seu coração e em sua vida, trazendo a você muita paz, muita saúde e muito amor.

Um beijo no coração,
Caren Joana Sbabo